h1

Eu quero passear de submarino! *_*

11/03/2010

Quem nunca viu filmes de guerra e ficou com muita vontade de passear no submarino? Ver os peixinhos, baleias, tubarões bem de pertinho, quase como se fosse um deles. Legal não? Mas, você sabe como os submarinos funcionam? Como eles ficam lá?

Quase todas as marinhas ao redor do mundo dispõem de submarinos que podem ser usados para diversas funções. Eles englobam uma vasta quantidade de tamanhos para embarcações que dependeram dos objetivos designados para este navio e também do tamanho de sua tripulação (também conhecidos como submarinistas). O termo submarino, como o nome sugere, significa sob a água. Atualmente, definimos como embarcação com parte submersível.

Os maiores submarinos já construídos são o Classe Typhoon que conseguem deslocar 48 000 toneladas, o que significa que ele desloca quantidade de água equivalente a 6 elefantes adultos mais um filhote quando imerso!

O que permite que os submarinos fiquem tanto tempo embaixo da água? Afinal, os seres humanos não conseguem tão facilmente fazer isto, não é verdade?!

Assim como os navios, o submarino flutua porque o seu peso é igual ao seu empuxo. Isto é, o peso da água deslocada é igual ao seu peso.

O que difere entre o navio e o submarino é que este utiliza recursos para controlar o seu empuxo e assim controlar a sua flutuação para submergir ou emergir. O submarino possui tanques de lastro (ou balanceamento) que podem serem enchidos com água ou ar. Quando o submarino está na superfície, estes tanques estão cheios de ar e como sabemos a densidade do ar é menor que a da água, fazendo com que a densidade total do submarino seja menor que da água circundante.

Quando o submarino mergulha o ar escapa e dá lugar a água, fazendo com que a densidade total do mesmo seja maior do que a da água ao redor e assim ele começa a afundar. Para auxiliá-lo ele ainda dispõe de “asas” na parte traseira da popa que facilitam na hora da emersão empurrando a água para a parte de baixo do submarino. Ele pode emergir graças ao seu suprimento de ar, que também é utilizado para manter a vida dentro do submarino. Confira esta  simulação.

 

Acredite, submarinos nucleares ficam até 6 meses submersos! Você já reparou que o submarino parece com um animal marinho?! Sim, isto ajuda a mantê-lo camuflado.

 

Assista ao vídeo abaixo sobre os submarinos no Brasil e depois vamos para as atividades!


__________________________________________________________________

Atividade:

Escreva um pequeno parágrafo respondendo as seguintes perguntas:

  1. Que outros equipamentos funcionam igualando o empuxo com o peso do mesmo? Não esqueça que o ar também é um fluido.
  2. Além dos submarinos nucleares, existem outros tipos de submarinos, isto é, que exercem outras funções. Pesquise outras utilidades para os submarinos. Onde mais você acha que eles poderiam ser utilizados? Lembre-se do filme Titanic.
  3. No vídeo você acompanhou diversas opiniões sobre a necessidade de submarinos nucleares no Brasil. Diante dos argumentos expostos no vídeo e das inúmeras utilidades para os submarinos. Você acha que o Brasil deveria ter submarinos nucleares?
  • TESTE SEUS CONHECIMENTOS: Faça o QUIZ e veja o que você aprendeu. Coloque nos comentários a sua pontuação! Vamos ver que pode ser um submarinista!



     

h1

Você tem dúvida sobre o que é calor? A 201 te explica baseada em suas interpretações sobre o assunto.

09/15/2010

Nesta postagem vamos esclarecer algumas dúvidas sobre a aplicação do conceito de calor no nosso cotidiano. Vamos começar?!

 

  • É correto dizer que um corpo tem calor? É correto dizer: “Gente, estou com um baita calor”?

Nathalya Vaz e Caleb respondem:
Um corpo não possui calor. É errado utilizar a expressão acima porque calor é energia em movimento, em trânsito. Os corpos possuem energia interna e esse conceito não pode ser confundido com o conceito de calor. As pessoas costumam achar, baseado no conceito de calor, que o quente e o frio não existem também, porém eles existem sim e são sensações que o ser humano experimenta ao entrar em contato com algo de temperatura baixa ou alta.. Os órgãos profundos (fígado, cérebro, coração e músculos esqueléticos) são os principais responsáveis pela produção de calor. Este calor é então transferido para a pele, onde é perdido para o meio ambiente.

  • Em alguns filmes você observa que pessoas que se perdem na neve ficam abraçadas. Explique, utilizando os conceitos vistos acerca de calor, porque isso seria recomendado.

Nathalia Costa, Amanda e Gabriela respondem: Como nosso corpo está, na maioria das situações, em maior temperatura que o ambiente, estamos sempre perdendo energia para o mesmo, desta forma, o fato de duas pessoas se abraçarem impede que ambas percam energia para o ambiente e tenham a sensação de frio, porque desta forma, um corpo cede ao outro energia.

  • Alguns alimentos trazem descritos em sua embalagem o valor calórico. O que significa esse valor?

Segundo Felipe, Syndiel e Diego Souza, a caloria é uma medida usada para expressar o calor ou valor energético dos alimentos, isto é, são os valores energéticos dos alimentos que você ingere que podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. Classificando por sexo, os homens precisam consumir mais calorias para realizar suas atividades diárias.

  • Qual a função da “estufa” que ligamos em ambientes em que a sensação é de muito frio?

Sua função é ceder calor ao ambiente e mantendo uma temperatura agradável, desta forma o ambiente entrará em equilíbrio térmico com os corpos que ali estão aumentando sua temperatura. Por Bruna, Guilherme e Amanda.

 

  • Para que servem os cobertores e agasalhos?

Nathalya Vaz, Lenon, Samanta e Luiz Otávio explicam que os agasalhos e cobertores funcionam como isolantes térmicos, pois dificultam a troca de calor entre o meio interno (o corpo, no caso dos agasalhos) e o externo (o ambiente). Desta forma eles evitam o corpo perca energia, e com isso diminui a sensação de frio do corpo.

 Estas são respostas dos estudantes da Turma 201, e que podem ser aprofundadas com o teu auxílio. Registre o seu comentário em nosso blog! Dê sugestões e/ou tire dúvidas que ajudaremos você.

 

 


 

h1

Dissipadores de calor?!

06/17/2010

Apesar de parecer uma novidade, os dissipadores de calor estão mais presentes no nosso cotidiano do que imaginamos. Ao nosso redor encontramos dissipadores de vários tipos como os dissipadores com ventoinha (conhecidos como cooler) que estão presentes em videogames, computadores, processadores e outros equipamentos cujo funcionamento eleve muito a temperatura.  Outros dissipadores são aconselhados para equipamentos menores, que a temperatura não se eleve muito.

Cooler de computador: um dissipador ativo.

 Fonte: Blog Pixelife. Home Page: http://blogpixelife.wordpress.com/

Dissipador de calor passivo (sem ventoinha) na placa mãe.

Vale lembrar que isso não é uma tecnologia moderna, pois como você já sabe, Watt aumentou o rendimento da máquina a vapor de Newcomen alterando o seu sistema de arrefecimento, isto é, alterando a forma de resfriar a máquina.

O professor Robert Krampf, no vídeo abaixo, faz um experimento muito interessante que serve como auxílio para que você entenda o que é um dissipador e onde ele pode ser usado.

 

Fonte: Youtube. Para acessar esta fonte clique no vídeo acima.

Atividade:

Escreva um pequeno parágrafo respondendo as seguintes perguntas:

  1.  Após visualizar o vídeo escreva com suas palavras o que é um dissipador de calor? Para que ele serve? Qual sua importância?
  2. Além dos exemplos de aplicações citados no vídeo, pesquise outros aparelhos que você conhece que possuem um dissipador de calor.
  3. Qual é a relação entre sistemas de arrefecimento e os dissipadores de calor?
h1

Energias e a Revolução Industrial

06/10/2010

Nesta primeira aula discutimos sobre a aplicação da Termodinâmica, através do conceito já conhecido de energia, no cotidiano a partir do período considerado um marco na história do avanço tecnológico: A 1ª Revolução Industrial.

Vocês acompanharam as inovações tecnológicas do período, onde a mais destacada foi a utilização da energia térmica nas maquinas a vapor que inovaram o mundo dos transportes. Lembre-se que trens são utilizados até hoje.

 
 

Transição característica da Primeira Revolução Industrial

Desta maneira, você pode perceber o quão importante é o estudo da termodinâmica, afinal, ela pode explicar muitas coisas presentes no seu dia-a-dia.

Ilustração sobre o inicio da Primeira Revolução Industrial

Fonte: Tijolaço Blog. Home Page: http://www.tijolaco.com 

Estação Férrea de Rio Grande em 1980

 Fonte: Rio Grande em Fotos. Home Page – http://www.riograndeemfotos.fot.br

 Atividade:

Escreva um pequeno parágrafo para responder as seguintes indagações:

  1. Na sua opinião, além do avanço tecnológico, quais foram as outras vantagens e também desvantagens que a 1ª Revolução Industrial originou?
  2. Após pesquisar sobre a 2ª Revolução Industrial, escreva sobre a importância da mesma nos dias atuais com suas palavras?
  3. Qual foi a importância da Física nessas Revoluções? Qual a importância da Física na tecnologia do futuro? Que conceitos físicos estão envolvidos nessas revoluções?
h1

Boas Vindas!

06/10/2010

Este ambiente tem por objetivo discutir assuntos do estudo de Física, de maneira a relacionar essa ciência com o espaço em que vivemos.

O blog é uma ótima ferramenta para que possamos praticar a escrita e leitura, além de apresentarmos nosso posicionamento crítico em relação a temas de mídia (internet, televisão, jornais, livros) que envolvam a Física e  seus temas.

Os alunos da turma 201 serão responsáveis também por possíveis postagens do blog a partir de temas que considerem interessantes para ser discutido entre os colegas de turma e outros alunos de Física.

            Espero que todos aproveitem!         

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.